segunda-feira, 12 de maio de 2014

Xanda


'Xanda'
pastel de óleo obre papel
24cm por 36cm
1996
ZMB

Esta mulher foi minha namorada.
Ela não gostava que eu a desenhasse.
Talvez por isso escondesse a cara.
Não acredito que tentasse esconder o seu rosto 
para não ser póstumamente admirada como relíquia extravagante.
Dir-se-ia que ela pensava que, para mim, a pintura estava antes dela.
Mas não foi a pintura que nos separou.
Eu simplesmente entrei em processo de
enlouesquecimento.

Sem comentários:

Enviar um comentário