terça-feira, 10 de junho de 2014

Living Paintings


'Nº1 - Dandy'
óleo sobre tela
60cm por 60cm
2002
ZMB


'Nº2 - I don't love you'
óleo sobre tela
60cm por 60cm
2002
ZMB


'Nº3 - Momk'
óleo sobre tela
60cm por 60cm
2002
ZMB


'Nº4 - I love you'
óleo sobre tela
60cm por 60cm
2002
ZMB


'Nº5 - Clown'
óleo sobre tela
60cm por 60cm
2002
ZMB

IDEIA: 
O italiano Piero Manzoni realizou dois trabalhos que considero relevantes. 
No primeiro, intitulado "Merda de artista", enlatou a sua própria merda Made in Italy e vendeu-a por preços astronómicos. Esta ideia irónica e cínica, à qual os críticos bateram palmas, não é mais que o reciclar do ready-made de Duchamp.
No segundo, intitulado "Esculturas vivas", assinou a diferentes cores o seu nome num corpo de mulher (a obra de arte), conforme considerasse esta uma obra de arte no seu todo, apenas parte do corpo, ou ainda se esta obra de arte tivesse sido obtida por pagamento.

FORMA: 
Um homem é um DANDY narcisista que gosta de vestir bem e se preocupar com a imagem perante a audiência. O seu corpo exala sangue e alegria e boa visão.
O artista assinala a sua obra escrevendo: I DON'T LOVE YOU.
Algo corre mal, "deixa de ver", perde o amor por si próprio e como não se ama não pode amar mais ninguém, nem sequer o mundo. Torna-se um MONGE cinzento e destrutivo.
O artista assinala a sua obra escrevendo: I LOVE YOU.
Renasce das cinzas ainda à deriva sem visão, assume uma pose teatral sem se importar com o resultado nem com o público e deforma-se, torna-se pálido, pintando o nariz de vermelho torna-se um CLOWN. 

Sem comentários:

Enviar um comentário